Tags

Cantor João Mineiro morre em hospital de Jundiaí

Colaboração: Jornal de Jundiaí

Morreu na noite de anteontem, no Hospital Paulo Sacramento (HPS), em Jundiaí, o cantor sertanejo João Mineiro, 76 anos, que ficou famoso ao fazer dupla com Marciano. A parceria foi encerrada há mais de 20 anos, quando Mineiro fez dueto com Mariano.O nome verdadeiro do artista era João Sant’Ângelo. Ele morava na Vila Olímpia, em Campo Limpo Paulista, e faleceu, segundo sua assessoria de imprensa, de insuficiência cardíaca. João Mineiro foi internado dia 19 de março, depois de passar mal em sua residência. Na última sexta-feira, seu quadro de saúde se agravou.

O cantor passou por cirurgia, mas não houve melhora. No dia seguinte, João respirou com a ajuda de aparelhos, porém faleceu no final da noite, por volta de 22h50. Ele tinha diabetes e já havia sido internado em março do ano passado, na Santa Casa de Andradas, com insuficiência cardíaca e hipertensão. Há seis meses, foi submetido a uma angioplastia.

Problema na vesícula
Antes de seguir para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do HPS, Mineiro foi atendido no Pronto Socorro de Campo Limpo, com desconforto respiratório. O quadro de saúde do cantor piorou e foi diagnosticada uma infecção da vesícula.

O velório do músico, nascido em Andradas (MG), ocorreu no Adamastor Fernandes, em Jundiaí, com a presença de muitos amigos, parentes e cantores, entre eles Gilmar e os integrantes da dupla Teodoro & Sampaio.

Atual parceiro
José Domingos de Aquino, o Mariano, era parceiro de João Mineiro. No velório, ele disse que os dois gravaram há um ano um CD e DVD ao vivo, no Cine Teatro Ayrton Senna, em Campo Limpo. “O trabalho seria lançado em breve”, contou Mariano.
“O Brasil perdeu um grande nome da música sertaneja.

João era carismático e um dos maiores vendedores de discos do país. Eu fiquei sem um grande parceiro, amigo e um homem de caráter maravilhoso”, emendou Aquino, ressaltando que Mineiro batalhou pela música sertaneja desde 1959, e a valorizou bastante.

O corpo de João Sant’Ângelo deixou o Velório Adamastor Fernandes no final da tarde de ontem, em direção à cidade natal de João Mineiro. Lá, ele foi velado na Câmara dos vereadores. O enterro está marcado para as 14h de hoje, no Cemitério Municipal de Andradas.

Grandes sucessos
Junto com Marciano, João Mineiro teve seu trabalho bastante conhecido em todo Brasil pelos sucessos ‘Seu amor ainda é tudo’ e ‘Ainda ontem chorei de saudade’.

Fonte: Jornal de Itupeva (Online)

http://www.jornaldeitupeva.com.br/noticia.php?id=120330095830

Anúncios