Quero ver-te correr pela relva macia como o tecido da sua pele. Cabelos ao vento, livre como os pássaros que gorjeiam em meio a guerra, trazendo o amor e a paz…  Como as águas que regam a terra trazendo bondade, vida e carinho.

Por Austri Junior 

Em 07/02/1982

Anúncios